Giancarlo Polesello - ortopedista especialista em quadril

Tomografia computadorizada

Dra. Denise Tokechi
 

Figura 1 – Clique para ampliar

O equipamento de tomografia computadorizada (Figura 1) utiliza radiação ionizante (fonte de raios X) e vários detectores que permitem aquisição de imagens em segundos de todo o quadril. Como as imagens são adquiridas numa espiral e com espessura menor que 1 mm, é possível fazer reconstruções em qualquer plano, qualquer angulação e também tridimensionais.

 

 

Figura 2 – Clique para ampliar

Após a aquisição das imagens na tomografia computadorizada, são realizadas reformatações em diversos planos e tridimensionais (Figura 2). Nesta fase é possível até separar o acetábulo do fêmur.

 

 

 

 

Imagens Tridimensionais

Figura 3 – Clique para ampliar

Esse tipo de imagem (Figura 3) é importante na avaliação adequada da morfologia óssea e auxiliam num melhor planejamento caso se tenha indicação para o tratamento cirúrgico. Este método, porém, apresenta limitações na avaliação do lábio acetabular, cartilagem, músculos e tendões.

 

Outras notícias

Como evitar a perda óssea?

Como evitar a perda óssea?

Leia matéria e ouça a entrevista do Dr. Giancarlo para a Revista Brasil no Portal EBC, no link a seguir: https://radios.ebc.com.br/revista-brasil/2020/08/como-evitar-a-perda-ossea

ler mais
Share This